Macrosolution fornece BookReader Plustek para a Biblioteca Braille de Marilia

Biblioteca Braille de Marília recebe Scanner Áudio Visual que converte arquivos de texto para áudio

A Biblioteca Braille de Marília receberá nesta sexta-feira, 31, às 10h, uma importante  conquista para seus usuários: um Scanner que converte textos em arquivos de  áudio. O Scanner adquirido pela Prefeitura Municipal de Marília, através da Secretaria da Cultura, estará suprindo uma necessidade antiga da Biblioteca Braille.

O Scanner, modelo Plustek BookReader, além de ter as propriedades comuns de um  aparelho como esse, tem principalmente a função de transformar os arquivos de  texto em arquivos de áudio como Wave ou Mp3. Os textos são perfeitamente    traduzidos.

Atualmente a Biblioteca Braille tem cerca de 50 usuários fixos, que comparecem diariamente, mas também conta com inúmeros visitantes esporádicos e de outras cidades da região. São usuários com deficiência total e visão parcial também.

Os professores e instrutores encarregados dos atendimentos na Biblioteca Braille, Nelson Santos Cauneto e Vera Lúcia Lozano Fernandes, já estão testando o aparelho para iniciar na sexta-feira o manuseio com os usuários.

“Foi uma conquista muito importante para nossa biblioteca porque nem todos os livros existentes no mercado têm sua versão em Braille. Agora o usuário poderá ter  acesso a qualquer obra, pois poderá até mesmo gravar o áudio e levar para sua  casa, para ouvir no momento que desejar, além de poder ouvir aqui também”, disse Nelson.

Segundo o Secretário Municipal da Cultura, André Gomes, essa é mais uma aquisição que vem para melhorar a qualidade estrutural da Biblioteca Municipal. “Foi uma aquisição importante que vem de acordo com nossa ideia de que a arte e a cultura são direitos humanos fundamentais que precisam ser assegurados a todos. Neste sentido, o poder público tem papel determinante para assegurar esse direito. Poucas bibliotecas públicas possuem esse equipamento, assim sendo, podemos dizer que em Marília a preocupação com a inclusão não se dá só nos discursos, mas também nas ações”, disse.

Para a Coordenadora da Biblioteca Municipal .João Mesquita Valença., Andréia Juliani, este é um momento ímpar para a Biblioteca Braille, que recebe esse importante aparelho que irá melhorar a qualidade do acesso aos deficientes visuais.

“Em momento de inclusão, observamos que o deficiente visual não tem acesso à leitura, nem toda obra tem sua versão em Braille. Agora com esse Scanner, o usuário poderá ter acesso ao conteúdo de um livro, de um panfleto, de uma conta, revistas, enfim, é um universo que se expande”, disse Andréia.

Fonte: http://culturamarilia.blogspot.com.br/2012/08/biblioteca-braille.html